Experiência de Fé Diária

RICARDO APARECIDO PINHEIRO - IGREJA BAHIA INTERIOR - JC CRUZ DAS ALMAS - BA

Data: 12/06/2019
Por: Secretaria de Experiência de Fé - IMMB
Editoria: Experiência de Fé Diária

  

Em dezembro de 2017, quando ia para o trabalho, que fica a aproximadamente 85 km da cidade onde moro, envolvi-me em um grave acidente automobilístico em que caí em uma ribanceira, capotando quatro vezes.

Recebi grande proteção Divina, pois apesar de o carro ter ficado todo amassado, a porta não travou e nem fiquei preso às ferragens. Com isso, consegui soltar o cinto de segurança e sair do carro, desmaiando em seguida.

As pessoas que viram o local do acidente e as fotos do veículo afirmaram tratar-se de milagre, pois seria quase impossível alguém escapar com vida de um desastre tão grave, afinal o carro tivera perda total e eu sofri apenas escoriações e fratura.

Sempre quando pego a estrada para ir trabalhar, vou ouvindo os ensinamentos de Meishu-Sama e acredito que isso tenha contribuído para a proteção recebida.

Fui levado para o hospital, sentindo muitas dores na clavícula. Após ser submetido à tomografia e raio-X, o médico disse que minha clavícula havia sido esmagada e que eu deveria fazer cirurgia imediatamente para implantação de prótese.

Sendo acompanhado pela minha esposa, passei a receber Johrei de maneira praticamente ininterrupta, chegando a 17 horas. Quarenta e oito horas após a cirurgia, recebi alta e tive assistência diária de 10 a 11 horas de Johrei em minha casa. Graças a isso, praticamente não senti as dores que normalmente ocorrem após um procedimento como esse, dispensando o uso de analgésicos e antiinflamatórios.

Após 60 dias, já havia recuperado todos os movimentos do braço, o que surpreendeu a fisioterapeuta. Como gratidão pela vida salva, materializei integralmente o valor pago pela seguradora em função da perda total do veículo.

Ao mesmo tempo, aproveitando que estava licenciado do trabalho, intensifiquei as dedicações no Johrei Center e como assistente de família.

Retornei ao médico após nove meses e, para a surpresa de todos, no raio-X verificou-se que a clavícula que havia sido esmagada, estava totalmente reconstituída.

Perguntei ao médico como uma clavícula esmagada poderia se regenerar sozinha e ele me respondeu que jamais tinha visto algo parecido e que não havia explicação científica para o caso.

Agradeço a Deus e a Meishu-Sama a permissão de ter a vida salva e meu compromisso é dedicar incansavelmente na Obra Divina, levando a felicidade às pessoas por meio do Johrei e dos ensinamentos de Meishu-Sama.

Muito obrigado.