Palestra do Mês

Culto Mensal de Agradecimento - fevereiro de 2020

Data: 02/02/2020
Por: Igreja Messiânica Mundial do Brasil
Editoria: Palestra do Mês

Culto Mensal de Agradecimento de fevereiro de 2020
Saudação do presidente da IMMB, reverendo Marco Antonio Baptista Resende
Solo Sagrado de Guarapiranga

Bom-dia a todos! Bom-dia também aos que estão nos assistindo pela Izunome.TV.

Os senhores e as senhoras estão passando bem?

Hoje, estamos recebendo cinco membros que estão representando dois países: Canadá e Itália. Sejam bem-vindos ao Solo Sagrado!

Primeiramente, agradeço a Deus e a Meishu-Sama a permissão de poder realizar este Culto Mensal de Agradecimento e de comemoração pelos 25 anos do Solo Sagrado de Guarapiranga com os senhores e as senhoras.

Há pouco, elevei minhas orações a Deus e Meishu-Sama rogando também pelas vítimas das fortes chuvas e enchentes que já ceifaram dezenas de vidas e deixaram milhares de pessoas desalojadas principalmente nos Estados do Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Sabemos que não há palavras para amenizar a dor e o sofrimento que as famílias atingidas estão sentindo. Gostaria de contar com o espírito de servir dos messiânicos para orarmos por todos e, por meio da Campanha Humanitária, realizada pela Fundação Mokiti Okada, prestarmos nossa solidariedade às vítimas.

Bem, graças a Deus e a Meishu-Sama, começamos o mês de fevereiro com os dois pés bem firmes, caminhando em direção ao objetivo de Meishu-Sama, que é nos conduzir ao estabelecimento de uma verdadeira civilização, consubstanciada na Verdade, no Bem e no Belo, e livre dos sofrimentos causados pela doença, pela pobreza e pelo conflito.

Meishu-Sama nos alerta sobre os erros e perigos da cultura que se baseia somente na visão materialista e superficial, e nos ensina o caminho para obtermos o equilíbrio entre o lado espiritual e o lado material no nosso cotidiano. Esse equilíbrio é fundamental para a nossa vida: ele é a base para as nossas realizações, para o nosso desenvolvimento.

Logo, acredito que é difícil alcançar evolução e felicidade sem um alicerce sólido, amplo e profundo, capaz de dar sustentação a todos os aspectos da vida.

Não é por acaso que o principal texto da Igreja Messiânica se chama Alicerce do Paraíso.

Em cada livro da coletânea Alicerce do Paraíso, estão reunidos os "Escritos Divinos", os "Ensinamentos de Meishu-Sama", que nos revelam a Vontade Divina e que discorrem sobre os mais diversos temas, ensinando-nos a base do que precisamos saber e praticar para construir o paraíso em nossas vidas e ao nosso redor.

Com relação à leitura dos Ensinamentos, Meishu-Sama é categórico: "Os Escritos Divinos devem ser lidos tanto quanto possível. Quanto mais os fiéis os lerem, mais aprofundarão sua fé e mais polida se tornará sua alma. Aqueles que negligenciam sua leitura, vão perdendo a força gradativamente. [...] Evidentemente, quanto mais leitura realizar, mais nítida será a compreensão da Vontade Divina."

Há pouco, ouvimos o Ensinamento "Luz da Inteligência", no qual Meishu-Sama esclarece que, apesar de ser costume referir-se à inteligência como uma coisa única, ela não o é. Na verdade, existem vários tipos, com diferentes níveis de profundidade. A esse respeito, Meishu-Sama afirmou: "Dentre as inteligências, as mais elevadas são: [inteligência] divina, [inteligência] do bem e [inteligência] superior. Para alcançá-las é preciso praticar fervorosamente a fé, porque tais inteligências só afloram a partir do sentimento puro e correto, que admite a existência de Deus. Portanto, se o empenho e a conduta forem embasados na inteligência do bem, tudo correrá satisfatoriamente, e a verdadeira felicidade será alcançada."

Nesse sentido, no mês passado, sugeri a leitura de dez Ensinamentos importantes para construirmos os alicerces da nossa felicidade. Estão lembrados de quais foram? Conseguiram impregnar seu espírito com as palavras e com o sentimento de Meishu-Sama? Sentiram-se bem?

Então, hoje, posso indicar mais 10 Ensinamentos para lermos este mês? Os senhores vão ler mesmo? Então, vamos lá:

Por "coincidência", o primeiro é "Leiam o mais possível os Escritos Divinos" (Alicerce do Paraíso, volume 4)

E também:

"Mistério do Mundo Espiritual" (Alicerce do Paraíso, volume 4);
"Práticas de humildade" (Alicerce do Paraíso, volume 4);
"Satisfação e insatisfação" (Alicerce do Paraíso, volume 4);
"Liberte-se do ga" (Alicerce do Paraíso, volume 4);
"O ego e o apego" (Alicerce do Paraíso, volume 4);
"Vença o próprio mal" (Alicerce do Paraíso, volume 3);
"Não seja odiado" (Alicerce do Paraíso, volume 4);
"A compreensão e a postura correta" (Os Novos Tempos);
"Eu e a Igreja Messiânica Mundial" (Alicerce do Paraíso, volume 1).

A leitura e a prática dos Ensinamentos de Meishu-Sama transformam nossa vida, nosso destino. E tenho certeza de que ninguém mais quer perder tempo sofrendo, quando já temos o segredo da felicidade em nossas mãos.

Então, vamos buscar as respostas nos Ensinamentos de Meishu-Sama e, passo a passo, tijolo por tijolo, construir o alicerce de uma vida de saúde, prosperidade e paz?

Já que todos concordaram, é fundamental lembrar que o tempo não nos espera: ele continua seguindo o seu curso. E uma grande prova de que o tempo não para e está passando rápido é que já entramos em fevereiro!

Como o ano acabou de começar, é forte a impressão de que ainda temos um ano "inteiro" pela frente; mas, na verdade, o primeiro mês já se foi. Janeiro virou passado. O que nos leva a concluir que temos um ano "inteiro" pela frente, porém, ele já não está tão "inteirinho" assim. É um ano inteiro menos um. Daqui a pouco, será um ano inteiro menos três ou menos cinco meses.

Seguindo esse raciocínio, não devemos perder tempo, porque ele é muito precioso. Precisamos ter claros nossos objetivos para este ano, para cada mês, e o que devemos fazer para atingi-los. Lembrando sempre que, além dos objetivos que nós traçamos e que são importantes para nós, existem os objetivos que Deus e Meishu-Sama têm para conosco e que são muito importantes para a Obra Divina.

Baseados nesse entendimento, é fundamental fazer uma reflexão mês a mês, avaliando o que está ocorrendo em nosso cotidiano. Afinal, a vida não alcançará a plenitude se não entendermos que, acima da nossa vontade, existem a Vontade e os Planos de Deus e Meishu-Sama.

Eu acredito que não existe nada melhor do que o espírito de servir para nos fazer praticar os Ensinamentos de Meishu-Sama e nos aproximar da Vontade de Deus, mostrando-nos os passos que devemos seguir.

Ou seja, desenvolver o espírito de servir, ser atencioso e prestativo, favorecendo primeiramente o bem-estar do próximo e da sociedade, significa estar de acordo com a Vontade de Deus e ser-Lhe útil na construção do Paraíso Terrestre. Foi isso que Meishu-Sama nos ensinou com seu exemplo. Este é o caminho da nossa salvação e da nossa felicidade.

A experiência relatada pela jovem Juliane comprova essa verdade. Apesar de ter somente 21 anos, ela entrou em um grave quadro de depressão, uma purificação que atinge milhões de pessoas sem distinção.

Graças ao seu empenho em ir à igreja, receber 10 Johrei diariamente, dedicar e cultivar o espírito de servir como assistente de família, cuidando de pessoas, conseguiu superar essa tão difícil purificação e, hoje, é uma jovem feliz, que dedica ativamente na Obra Divina.

Realmente, podemos perceber que a prática fervorosa da fé messiânica transformou a vida da Juliane.

Parabéns, Juliane, e obrigado por compartilhar conosco sua experiência. Continue firme, servindo a Deus e Meishu-Sama.

Com base nos Ensinamentos de Meishu-Sama, podemos afirmar que ter espírito de servir é imprescindível para a felicidade do ser humano em todos os tempos. Não se trata de algo passageiro, que é necessário só de vez em quando ou em determinada época.

Precisamos entender que servir, dedicar, não é "moda". Da mesma forma que a leitura diária dos Ensinamentos de Meishu-Sama e a prática do Johrei não é moda; praticar o amor altruísta também não é moda. Ter uma alimentação natural e saudável, cultivar o senso do Belo também não é moda.

Essas práticas devem ser o comportamento natural do dia a dia do messiânico e de todo ser humano.

Nós podemos nos perguntar: "Por que o espírito de servir a Deus e ao próximo faz tanta diferença na vida de quem o cultiva e o aplica em suas atividades"?

O espírito de servir, o espírito de dedicação, de ser útil, transforma a vida das pessoas. Quem possui um forte espírito de servir desenvolve naturalmente um forte espírito de busca, que é essencial para o nosso aperfeiçoamento e para superarmos barreiras e limitações.

Já observaram que as pessoas que se dedicam e se esmeram para servir ao próximo e à sociedade, geralmente, são pessoas muito queridas? Todos querem ter por perto uma pessoa gentil, atenciosa e prestativa.

É isso mesmo?

Quem cultiva essas qualidades, quem sempre se aperfeiçoa para servir e cumprir melhor o seu papel na família, no trabalho, na igreja, na sociedade, torna-se alvo da confiança de todos, principalmente de Deus, o que, consequentemente, o torna mais feliz e bem-sucedido.

Esse ano de 2020 é um novo Ano Messiânico do.... Servir.

Então, para termos uma vida agraciada por Deus, para transformar o nosso destino e ajudar as pessoas a transformarem seus destinos também, o que precisamos fazer? É isso mesmo!

Vamos servir? Vamos dedicar? Vamos nos empenhar na prática do Johrei e dos Ensinamentos? Vamos encaminhar pessoas a Meishu-Sama?

Graças a Deus e Meishu-Sama!

Antes de encerrar, convido a todos para assistir, logo após o Culto de Aniversário de Falecimento e de Sufrágio aos Ancestrais e Antepassados, uma apresentação musical que foi preparada com muito carinho em comemoração dos 25 anos do Solo Sagrado.

Espero que desfrutem bons momentos com a convidada especial de hoje, a cantora Kaowane, que será acompanhada pelo maestro Julinho Teixeira.

Desejo um excelente mês, repleto de Luz, saúde, prosperidade e paz.

Muito obrigado e boa dedicação!

fonte: https://revistaizunome.messianica.org.br/item?id=1253