Palestra do Mês

Culto Mensal de Agradecimento do Solo Sagrado de Guarapiranga - Março de 2019

Data: 02/03/2019
Por: Igreja Messiânica Mundial do Brasil
Editoria: Palestra do Mês

Culto Mensal de Agradecimento - Março de 2019
Saudação do presidente Marco Antonio Baptista Resende
02 de março de 2019

Bom-dia!

Bom-dia também a todos que estão participando pela Izunome.Tv!

Os senhores estão passando bem? Estão felizes?

Eu também estou muito feliz!

Agradeço a Deus e a Meishu-Sama a permissão de dedicar com os senhores na Obra Divina e, juntos, celebrarmos este Culto Mensal de Agradecimento.

No culto de fevereiro, ouvimos o ensinamento "Segredo da Felicidade", no qual Meishu-Sama nos ensina que este segredo consiste em fazermos os outros felizes, e enfatizou uma excelente prática que ele próprio vinha adotando há muitos anos: realizar o maior número possível de boas ações.

Hoje, à luz do ensinamento "Johrei e Felicidade", eu gostaria de pensar um pouco mais com os senhores sobre o que nós precisamos fazer, concretamente, para conduzir outras pessoas à felicidade e nos tornarmos felizes.

Neste ensinamento, Meishu-Sama nos explica com extrema clareza qual é a causa da infelicidade e, ao mesmo tempo, nos ensina o caminho para eliminá-la.

Meishu-Sama afirmou: "a causa da infelicidade são as nuvens do espírito" e o "meio mais simples e infalível de solucionar os problemas é justamente o Johrei, método de eliminar as nuvens do espírito"

Meishu-Sama descobriu esse método, o praticou e, através dos resultados obtidos, confirmou seus benefícios.

Desejoso de que todos pudessem experimentar a verdadeira felicidade, Meishu-Sama nos concedeu a maravilhosa graça que é receber o Ohikari e ter a permissão de ministrar o Johrei e, através dos milagres, comprovar a existência de Deus.

O Ohikari nos traz as condições para praticarmos o altruísmo num nível jamais imaginado. E a prática do altruísmo é a base para sermos felizes.

Foi isso que acabamos de confirmar, ouvindo a experiência da senhora Luciana Tonetti.

Ela estava passando por um sério problema de saúde e conflitos familiares. Foi quando, uma amiga messiânica a convidou para participar da reunião de Johrei em seu lar.

Já no primeiro Johrei, ela sentiu um grande bem-estar e, ao chegar em casa, conseguiu dormir a noite toda, o que há muito tempo não ocorria.

Graças ao acompanhamento da amiga messiânica, conseguiu receber Johrei diariamente e dedicar uma vez por semana no Johrei Center.

A cada Johrei que recebia, foi se sentindo melhor, mais calma e tolerante. As dores desapareceram, a saúde voltou à normalidade e a alegria e felicidade retornaram ao seu lar.

Fiquei emocionado ao ouvi-la dizer que tem "a convicção de que todas essas transformações foram permitidas graças ao Johrei e o servir à Obra Divina, principalmente ao empenho na salvação das pessoas" e que, até o Culto do Natalício, tem o objetivo de encaminhar outras pessoas para que elas também possam ganhar a permissão de serem felizes.

Estou orando para que ela possa levar a Luz de Deus e Meishu-Sama a todas as pessoas que encontrar.

Luciana, continue firme em suas dedicações, ministrando e recebendo o sagrado Johrei! Muito obrigado por compartilhar sua experiência conosco! Parabéns!

Realmente, como o Johrei elimina as nuvens do espírito, atuando diretamente na erradicação da causa dos sofrimentos ele é, sem dúvida, "um método de criar felicidade".

Cientes dessa verdade, toda vez que nos depararmos com uma pessoa que está passando por dificuldades ou sofrimentos (inclusive nós mesmos), precisamos ter claro em nossa mente que esses sofrimentos são apenas um "sintoma", pois a verdadeira causa do problema são as nuvens que se encontram no espírito.

Em outras palavras, se quisermos, de fato, solucionar o problema é preciso atuar direto na sua causa.

Meishu-Sama foi muito incisivo quando afirmou que "o destino do ser humano se origina no Mundo Espiritual" e que "a camada [do Mundo Espiritual] em que se encontra o espírito de uma pessoa se reproduz fielmente em seu destino.

Por esse motivo, ela deve estar atenta para elevá-lo cada vez mais. À medida que o espírito se eleva, proporcionalmente os sofrimentos diminuem, e a felicidade aumenta. Isto porque os sofrimentos decorrentes da purificação se tornarão desnecessários."

Isso me faz lembrar de uma das palestras do Revmo. Watanabe, quando ele ainda era o responsável da Igreja no Rio de Janeiro.

Ele contou que, certo dia, um jovem veio lhe procurar, pedindo orientação, pois tinha causado um grande transtorno ao pai e, por causa da tristeza e da vergonha, não sentia mais alegria de viver.

Na verdade, tinha perdido o gosto pela vida.

O reverendíssimo, ao ouvir o relato desse jovem, disse a ele: "Veja bem, o sofrimento que você está vivendo agora, é um reflexo do nível espiritual em que você se encontra. Tudo o que você pensar e decidir estando nesse nível, não trará bons resultados. Primeiro, é preciso fazer algo para elevar o seu nível espiritual. Você precisa dedicar, você precisa servir e ser útil a Deus e às pessoas. Está bem?".

O jovem ficou olhando assim, meio pensativo... E o reverendíssimo reafirmou: "É um assunto muito sério, viu! Você precisa dedicar para elevar seu nível espiritual o máximo que puder!"

Então o jovem perguntou: "O que eu preciso fazer na prática?"

Olhando para ele, o reverendíssimo disse: "Que bom! Você deseja mesmo elevar o seu nível espiritual?"

E o jovem respondeu: "Sim! Eu desejo!"

"Para início de conversa, já que você está com um sofrimento tão forte, eu lhe aconselho a dedicar na limpeza dos banheiros da Igreja e ministrar Johrei o dia todo, todos os dias.", disse-lhe o reverendíssimo.

"O dia todo?!", retrucou o jovem.

E o reverendíssimo respondeu: "Isso mesmo. Ministre Johrei e dedique. Quando você sentir que melhorou, que está se sentindo bem, venha falar comigo novamente."

No início, apesar de não entender muito bem, ele se empenhou em praticar a orientação.

Mas com o tempo, ao perceber as graças recebidas pelas pessoas às quais ele estava ministrando Johrei, foi ficando feliz, alegre e animado.

Cada dia de dedicação, era uma nova descoberta.

Passado algum tempo, o reverendíssimo atendeu o jovem outra vez e perguntou:

"E, aí? Como você está se sentindo? Está dedicando?"

E o jovem respondeu: "Estou dedicando, sim. Estou ministrando Johrei e acho que já melhorei meu nível espiritual..." Então o reverendíssimo lhe disse: -Ah, realmente, já melhorou um pouco. Já subiu um pouquinho de nível, mas você pode elevar ainda mais. Você quer elevar um pouco mais o seu nível espiritual?"

"Sim", ele respondeu.

"Então, continue dedicando e ministrando Johrei. Faça mais pessoas felizes", concluiu o reverendíssimo.

Passados quatro meses, quando o reverendíssimo o encontrou novamente, o semblante do jovem estava completamente diferente. Ele estava muito feliz. Todo aquele pensamento sombrio que o dominava desapareceu por completo.

O reverendíssimo lhe perguntou: -E, agora? Você ainda quer desistir de viver?

Ao que o jovem respondeu: "Nãaao!! De jeito nenhum! Eu descobri a alegria de viver. Quero continuar fazendo muitas pessoas felizes."

Tendo essa grande experiência como ponto de partida, esse jovem recebeu a missão de cuidar de uma Casa de Johrei, se dedicou à salvação de muitas pessoas e tornou-se um importante reverendo da nossa Igreja.

Eu me lembrei desse episódio porque ele ilustra muito bem o ensinamento que acabamos de ouvir: "À medida que o espírito se eleva, proporcionalmente os sofrimentos diminuem, e a felicidade aumenta. [...]"

Essa experiência aconteceu há mais de 50 anos, mas é uma realidade que estamos vivendo hoje também.

Quantas pessoas, ao se depararem com as adversidades, ficam desanimadas? Quantos jovens não conseguem encontrar um sentido para suas vidas?

Apesar de não aparentarem, muitos estão sofrendo com o vazio, com uma angústia profunda e, muitas vezes, mesmo tendo saúde e conforto material, acabam prisioneiros dessa situação de sofrimento.

Se pensarmos bem, Meishu-Sama nos deixou um caminho maravilhoso. O Johrei é uma dádiva divina que cria a felicidade tanto na vida de quem o ministra quanto na vida de quem o recebe.

Eu gostaria que, cada vez mais, alicerçados nos sublimes ensinamentos e nas atitudes de Meishu-Sama, fortalecêssemos a nossa decisão de praticar o altruísmo, tendo a prática do Johrei como base de todas as nossas ações.

Tenho certeza de que este é um importante passo para conseguirmos fazer de 2019 um ano messiânico do servir.

No próximo mês, celebraremos o Culto de Jovens. Estão todos convidados!

Antes de encerrar, não posso esquecer de duas celebrações importantes. Uma é o carnaval, o qual desejo que seja bem aproveitado por todos e que transcorra com grande alegria e harmonia.

A outra é o Dia internacional da Mulher que será comemorado no dia 8 de março.

Antecipadamente, gostaria de parabenizar a todas com uma grande salva de palmas.

Estou orando para que todas recebam a Luz e a proteção de Deus e Meishu-Sama para cumprirem suas missões.

Desejo a todos um excelente mês, pleno de Luz, saúde, paz e prosperidade!

Boa dedicação e muito obrigado!

fonte: https://revistaizunome.messianica.org.br/item?id=460