Palestra do Mês

Culto Mensal de Agradecimento dedicado a coluna do Belo - setembro 2019

Data: 01/09/2019
Por:
Editoria: Palestra do Mês

Culto Mensal de Agradecimento dedicado a coluna do Belo - Solo Sagrado de Guarapiranga
1 de setembro de 2019 - Saudação do Presidente da IMMB
Rev. Marco Antonio Baptista Resende

Bom-dia!

Bom-dia também a todos que estão participando conosco pela Izunome.Tv!

Os senhores e as senhoras estão passando bem?

Como estou feliz e agradecido a Deus e a Meishu-Sama pela permissão de juntos servirmos à Obra Divina e de estarmos realizando este Culto Mensal de Agradecimento, dedicado à coluna da salvação através do Belo.

Hoje, estamos recebendo 71 messiânicos vindos do exterior, representando a Argentina, Bolívia, Chile, Costa Rica, Peru, Portugal e Japão.

Sejam todos bem-vindos ao Solo Sagrado!

Neste dia em que estamos celebrando o Belo, o Solo Sagrado está ainda mais bonito com a presença de todos os senhores e senhoras!

As flores, os pássaros, as árvores, enfim, toda a Natureza parece estar em festa, só para receber e deleitar cada um dos senhores!

E não foi só a Natureza que se esmerou para preparar esse ambiente magnífico.

Muitos artistas, professores, missionários e voluntários da Fundação Mokiti Okada e da Igreja se dedicaram durante meses e preparam com muito carinho, diversas exposições e atividades para recebê-los no nosso Paraíso.

Foram preparadas também 5 mil mudas de azaleias e lírios-da-paz para presenteá-los.

Vamos manifestar nossa gratidão por todas as pessoas que se dedicam à Arte, às atividades do Belo, com uma calorosa salva de palmas? Muito obrigado!

No culto de hoje, agradecemos a Deus e a Meishu-Sama a permissão de termos sido agraciados com o senso do Belo e de podermos nos deleitar com toda a beleza criada por Deus. Agradecemos também a graça Divina que o ser humano recebeu de criar e manifestar o Belo das mais diversas formas.

Por intermédio de Meishu-Sama, recebemos a consciência de que o Belo é um caminho de salvação e que a nossa elevação espiritual e o polimento do nosso caráter são condições essenciais para o estabelecimento do Paraíso Terrestre, que é o mundo pleno de Verdade, Bem e Belo.

Os senhores e as senhoras, também acham que o Belo é importante para a nossa vida?

Por que será que, mesmo tendo uma rotina extremamente atarefada, Meishu-Sama se dedicava ao estudo das artes; apreciava a música, o cinema e o teatro; cultivava e vivificava flores; pintava quadros; fazia caligrafias; compunha poemas; construiu jardins, museu de belas artes e os Solos Sagrados?

Por que será que Meishu-Sama dava tanta importância ao Belo, a ponto de estabelecê-lo como uma coluna de salvação?

A resposta está nos próprios ensinamentos. Meishu-Sama nos ensina que a Verdade são as Leis Divinas, as Leis do Universo, a própria Vontade de Deus; que o Bem é o pensamento e a ação gerados pela Verdade; e que o Belo é o sentimento e a forma criados pelo Bem.

Dessa maneira, sendo o Belo o sentimento e a forma criados pelo Bem que nasce da Verdade, ele tem o poder de polir a nossa alma, que é o nosso Espírito Primordial, de purificar o nosso sentimento e de elevar o nosso caráter.

Eu acredito que nós precisamos compreender bem e nos esforçar para colocar em prática o exemplo que Meishu-Sama nos deixou, buscando tornar o nosso pensamento, palavras e ações cada dia mais belos. Assim, conseguiremos entrar na sintonia de Meishu-Sama, que é a sintonia de Deus.

Meishu-Sama nos mostra o caminho para começarmos a cultivar o belo no dia a dia, a partir de hábitos e cuidados simples, dentro da possibilidade de cada um, para que tudo seja o mais belo possível, pois isso está de acordo com a Vontade de Deus.
No ensinamento que ouvimos há pouco, "O Paraíso é o mundo do Belo", Meishu-Sama afirma que "o Belo não é simplesmente uma satisfação individual, mas também o que causa uma sensação agradável aos outros; assim, podemos dizer que é uma espécie de boa ação." [...]

Meishu-Sama afirma também, que "precisamos cultivar o senso do Belo. [pois] através disso, exerceremos boa influência sobre os indivíduos e, em grande escala, muito mais do que pensamos, sobre a sociedade e a nação. E mais ainda; através desse ambiente belo, os sentimentos dos cidadãos também se tornarão belos, e os crimes e os acontecimentos desagradáveis diminuirão, o que, consequentemente, se tornará um dos fatores determinantes do Paraíso Terrestre."

Através dessas palavras, Meishu-Sama está nos ensinando o quanto o belo que o indivíduo cultiva no cotidiano é capaz de influenciar positivamente a vida da família e de toda a sociedade.

A questão é: o que precisamos fazer para desenvolver o senso e o gosto pelo Belo?

E como podemos concretizar o Belo em nossa vida?

A experiência da jovem Renata é um grande exemplo.

Acompanhando a mãe nas dedicações desde criança, a Renata compreendeu o processo de purificação e a importância do sentimento de gratidão.

Ainda muito jovem, ela adquiriu a convicção de que mantendo o sentimento de gratidão e dedicando ativamente na Igreja, um dia alcançaria a felicidade.

Assim, a Renata não mediu esforços para se qualificar para cumprir bem a missão que recebera de Meishu-Sama.

E foi emocionante ouvi-la dizer: "Nunca pensei que aquele cartaz afixado no mural da igreja, dezesseis anos atrás, fosse significar tanto em minha vida, pois através da dedicação por meio do Belo, encontrei um caminho que transformou completamente o meu destino e o de minha família."

Renata, parabéns! Continue firme em sua bela dedicação!

Realmente, para concretizarmos o Belo em nossa vida, é essencial compreendermos que, através do servir a Deus e Meishu-Sama, conseguimos fortalecer o nosso Espírito Primordial, que é a fonte do correto discernimento da Verdade, do Bem e do Belo; e de onde emana a força necessária para estabelecer o Paraíso Terrestre.

No ensinamento chamado "A poderosa força do espírito das palavras", Meishu-Sama explica como as expressões do bem e do mal influenciam o nosso espírito e a nossa vida.

Posso ler um trecho dele para os senhores?

Meishu-Sama afirmou: "O espírito das palavras corretas, do bem, diminui as impurezas do Mundo Espiritual, enquanto que o espírito das palavras pertencentes ao mal as aumenta. O espírito das palavras do bem são os vocábulos e frases que se relacionam com o Belo [...].

Essas palavras soam agradavelmente aos ouvidos, porque penetram até a alma, fonte original da consciência humana. Já o espírito das palavras do mal não penetra a alma; porém, atinge a consciência que a envolve. [...] O espírito protetor secundário, isto é, o espírito animal, se instala no limite das áreas da consciência; portanto, quanto mais nublada estiver a consciência, maior poder terá este espírito. [...] A preferência pelos assuntos que se ligam ao bem é de agradável ressonância na alma, enquanto que a predileção pelo espírito das más palavras proporciona satisfação ao espírito protetor secundário."

Dessa forma, precisamos estar cientes de que, a quantidade de nuvens espirituais influencia diretamente na força de atuação dos espíritos primordial e secundário.

Se pensarmos sobre a constituição espiritual do ser humano, desde o momento da concepção, veremos que pela ordem, primeiramente, Deus concede ao ser humano o Espírito Primordial; depois, o Espírito Guardião; e, por último, o Espírito Secundário.

Essa ordem, por si só, já nos mostra quem deve comandar o ser humano, não é mesmo?

Porém, o Espírito Secundário, apesar de ser o último a chegar, já quer logo assumir o controle do ser humano e causa a maior confusão. E é bom nós sabermos que ele nunca desiste.

Ele sempre vai tentar assumir esse controle.

Porém, como o próprio nome indica, o Espírito Secundário deve estar subordinado ao Espírito Primordial, atuando como seu auxiliar, no sentido de preservar e desenvolver o lado material.

Na verdade, se na proporção de influência sobre a nossa consciência, o Espírito Secundário estiver empatado com o Espírito Primordial em 50 a 50%, isto significa que estamos em sérios apuros.

Se o placar estiver marcando 60% para o Primordial e 40% para o Secundário, a situação já melhora. Se for 70% para o Primordial e 30% para o Secundário, melhor ainda. E assim por diante...

Realmente, essa disputa entre o bem e o mal que acontece no interior de cada um de nós é diária.

É importante lembrarmos que essa disputa, esse jogo, dura a vida inteira. Não são apenas 90 minutos como uma partida de futebol.

Acredito que, aqui, a maioria das pessoas ainda está no primeiro tempo, afinal todos são jovens não é mesmo?

Mas eu, com certeza, já iniciei o segundo tempo. Se a disputa continuar empatada vai haver prorrogação e quem sabe vai precisar ir até para os pênaltis.

Acho que ainda não entrei na prorrogação, mas preciso ficar atento e me empenhar até o fim, acreditando em Meishu-Sama e em todas as práticas que ele nos ensinou, para fortalecer o meu espírito primordial que é a condição essencial para alcançar a saúde, a paz e a prosperidade.

E os senhores, como será que está o placar dessa disputa entre o bem e o mal, entre o Espírito Primordial e o Espírito Secundário dentro de cada um?

O primordial está ganhando? ou o placar está empatado?

Sabem por que estou falando sobre isso?

Falo isto porque Meishu-Sama disse o seguinte: "Cabe aos fiéis perseverar no polimento da alma, refinar o uso das palavras e esforçar-se para se tornarem seres humanos de espírito elevado."

Bem, já que cabe a nós perseverar para conquistarmos a nossa felicidade, precisamos seguir o caminho que Meishu-Sama nos deixou. E esse caminho está alicerçado nas três colunas de salvação: Johrei, Agricultura Natural e o Belo.

Então, vamos nos empenhar para que o nosso Espírito Primordial prevaleça? Graças a Deus!

Realmente, se o Espírito Primordial prevalecer, conseguiremos olhar o mundo e as pessoas com os olhos do Bem, do sentimento de fazer o Bem, que é o amor altruísta. Desejo que desfrutem das atividades que foram especialmente preparadas e, lembrem-se sempre: a peregrinação ao Solo Sagrado, é uma importante maneira de purificamos o nosso espírito através do Belo.

Cada pedacinho do Solo Sagrado está impregnado do profundo desejo de Deus e Meishu-Sama de salvar as pessoas e, através da Sua poderosa Luz, purificar e aliviar o nosso espírito de todas as impurezas e aflições, fazendo-nos sentir no Paraíso e dando-nos forças para enfrentar as dificuldades e turbulências da vida.

Os senhores estão felizes de estar aqui hoje?

Estão sentindo o seu espírito leve e purificado?

Então, vamos nos empenhar ao máximo possível para vir aqui, no Solo Sagrado, e trazer mais uma pessoa para receber essa Luz e salvação de Deus e Meishu-Sama.

Que, iluminados por Deus e Meishu-Sama, sigamos com muita alegria, paz e gratidão no coração.

Um excelente mês e boa dedicação a todos.

Muito obrigado!

fonte: https://revistaizunome.messianica.org.br/item?id=912